Corpo

Remédios caseiros para engravidar (infertilidade)

A infertilidade é definida como a incapacidade de um casal de conceber após pelo menos um ano de relações sexuais regulares sem proteção, embora o diagnóstico possa ser encontrado mais cedo em casos de disfunção óbvia. No entanto, infertilidade não é sinônimo de esterilidade (incapacidade definitiva de conceber).

Na verdade, a maioria dos casais que têm dificuldade de conceber não são estéreis, mas inférteis ou sub-férteis, ou seja, têm uma capacidade reduzida de conceber espontaneamente, naturalmente, e ainda assim podem ter filhos com ajuda médica.

As causas da infertilidade nas mulheres são devidas principalmente a problemas hormonais. Estes podem se manifestar através de irregularidades menstruais. Pode haver também outros problemas hormonais, como a presença de ovários policísticos, insuficiência ovariana, às vezes precoce, que, devido à falta de oócitos, causam dificuldades para engravidar. Outro grupo de causas de infertilidade tem a ver com obstrução das trompas de falópio ou devido a infecções intra-abdominais ou aderências pós-cirúrgicas.

Várias razões para a infertilidade

Tratamento natural da Infertilidade

Uma doença igualmente freqüente é a presença de endometriose que, por várias razões, influencia a fertilidade. Existem também causas genéticas e outras causas desconhecidas.

Nos homens, as principais causas são deficiências de esperma, seja em quantidade ou motilidade. Os homens também podem ter alterações genéticas ou deficiências de fertilização, cujas causas às vezes são difíceis de explicar.

banner1 1

A infertilidade é sempre uma questão de casal

Há várias razões para a infertilidade masculina e feminina. A obesidade e o tipo de dieta podem determinar como é fácil engravidar.

O acúmulo excessivo de gordura no corpo leva a um aumento do tecido adiposo. Este tecido também é responsável pelo fornecimento de estrogênio, um hormônio feminino. A alta quantidade de um hormônio feminino no corpo de um homem diminui a quantidade de esperma produzido. Nas mulheres, é o desequilíbrio do estrogênio que afeta a fertilidade ao impedir a ovulação: muito estrogênio em mulheres obesas e muito pouco em mulheres muito magras ou em mulheres esportivas com baixa massa gorda.

No caso dos homens, a obesidade torna ainda mais difícil a concepção. O aumento da temperatura corporal, particularmente no interior do escroto onde se encontram os testículos, afeta a produção de esperma. Os testículos são posicionados na parte externa do corpo humano para permanecer um grau abaixo da temperatura corporal normal.

Motoristas profissionais, homens que passam muito tempo sentados com as pernas juntas, ciclistas, usuários de sauna ou homens que usam roupas íntimas muito apertadas podem sofrer com este problema.

causas de infertilidade

Principais causas de infertilidade:

Nas mulheres

  • Disfunção ovulatória causada por alterações hormonais, endometriose (presença de muco uterino fora do útero) e ovário policístico (disfunção ovariana)
  • Obstrução das trompas de falópio, geralmente devido a infecção genital
  • Patologia uterina (fibromiomas e pólipos, entre outros)
  • Tumores malignos
  • Malformações anatômicas

Nos homens

  • Anormalidades espermáticas (redução da contagem de espermatozóides e perda de motilidade)
  • Criptorquidismo (descida incompleta dos testículos no escroto, uma anomalia congênita muito comum em Portugal)
  • Lesões do escroto
  • Alterações genéticas
  • Tumores malignos
  • Malformações anatômicas
Tratamento natural

É importante que as mulheres tenham cuidado nutricional no mês anterior à concepção, quando o óvulo está amadurecendo, e para os homens quatro meses antes da concepção, pois este é o tempo necessário para a produção de novos espermatozóides. Em geral, os alimentos que contribuem para a fertilidade têm um baixo índice glicêmico, estão livres de gorduras trans e são ricos em vitaminas e minerais.

Alimentos que aumentam a fertilidade:

  • Farinha de aveia – A farinha de aveia ajuda o bom funcionamento do sistema nervoso, reduz a ansiedade, é uma fonte de energia e acredita-se que tenha efeitos afrodisíacos
  • Chá verde – De acordo com especialistas, beber chá verde aumenta as chances de homens e mulheres, pois ajuda a combater o estresse oxidativo devido à presença de bioflavonóides, que são importantes para a manutenção de óvulos e espermatozóides saudáveis.
  • Ostras e marisco – Estes alimentos são muito ricos em zinco, um mineral que contribui para a formação de hormônios sexuais, principalmente hormônios masculinos, participando da formação do sêmen, além de colaborar com a produção e secreção de testosterona.
  • Castanhas – As castanhas têm uma alta concentração de ômegas 3, 6 e 9, que são capazes de reverter possíveis inflamações no corpo que podem interferir na fertilidade, além de serem fontes de selênio e zinco, que são, respectivamente, um poderoso antioxidante e um ingrediente indispensável na formação dos hormônios.
  • Inhames – Os estudiosos acreditam que os inhames aumentam as taxas de fertilidade e estimulam a produção de mais de um ovo por ciclo reprodutivo.
  • Sementes de girassol – As sementes de girassol têm alto teor de vitamina E, o que é importante para aumentar a fertilidade tanto de homens quanto de mulheres.
  • Alimentos ricos em vitamina B6 – Alimentos como couve-flor, agrião, banana e brócolis, que são ricos em vitamina B6, também são ótimos para ajudar a aumentar a fertilidade, pois esta vitamina trabalha junto com o zinco mineral para produzir níveis adequados de hormônios sexuais.
  • Proteína vegetal – Alimentos que são fontes de proteína vegetal, como soja, feijão, cereais, cogumelos, grão-de-bico e quinoa, também podem ajudar aqueles que querem engravidar. Quanto às proteínas animais, preste atenção à quantidade ingerida: de acordo com especialistas, a gordura nas carnes, especialmente nas carnes gordurosas, pode contribuir para um aumento do tecido adiposo e fazer com que as mulheres produzam mais hormônios masculinos, levando a uma irregularidade hormonal.

Tratamento da infertilidade natural

Entretanto, para aqueles que estão pensando em engravidar, e antes de completarem o primeiro ano de tentativas, é melhor relaxar e não se sentir pressionado sobre a data ideal para a relação sexual.

Lidar com a infertilidade pode ser difícil, pois não há como saber quando o problema será resolvido. A carga emocional associada à infertilidade é, portanto, considerável.

É importante, portanto, que o casal defina seus próprios limites. As ferramentas e tratamentos de diagnóstico são caros e nem sempre produzem o resultado desejado. Todas as alternativas que podem reduzir a ansiedade que a infertilidade muitas vezes causa devem ser consideradas.

Esta ansiedade pode ser minimizada com o apoio de equipes de saúde, amigos e familiares, e utilizando técnicas de relaxamento, se necessário.

5 / 5. Votos: 44

Sem votos! Seja o primeiro.


AVISO: Este artigo é meramente informativo, não temos capacidade para receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Consulte o seu médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo