Beleza & Estética

Estrias: O que é, sintomas, tratamentos e causas

É difícil não encontrar uma mulher que não tenha estrias em algum lugar de seu corpo, não é mesmo? Este é um mal que persegue o universo feminino, mas a boa notícia é que existem tratamentos eficazes que prometem suavizar e até eliminar as estrias vermelhas.

As estrias são o resultado da quebra da fibra de colágeno e elastina na pele. Estas áreas estão relacionadas ao crescimento, no caso de adolescentes; gravidez e hipertrofia muscular, no caso de halterofilistas. E não podemos esquecer outros fatores, como a dieta yo-yo, o crescimento rápido e o desequilíbrio hormonal, que favorecem o aparecimento dessas marcas indesejáveis.

As estrias têm uma aparência linear e são frequentemente paralelas, em muitos casos semelhantes a uma cicatriz.

As estrias podem ser pequenas ou até enormes, atingindo até 30 cm de comprimento. Elas geralmente aparecem na barriga, braços, coxas e nádegas, e as mulheres são mais propensas a estrias.

Os dermatologistas explicam que as estrias têm duas fases, a fase vermelha e a segunda fase que é esbranquiçada. As estrias começam em vermelho que estão em sua fase inicial, nesta fase o fluxo de sangue é maior e o corpo tenta naturalmente restaurar o colágeno.

Depois de um tempo eles passam da fase vermelha, para a fase dois, alcançando uma aparência esbranquiçada.

banner1 1
Estrias - causas e tratamento

Elas ficam vermelhas devido à ruptura dos vasos sanguíneos, precisamente na área em que aparecem. Parecem pele enrugada, o que incomoda as mulheres que sofrem muito com elas. Esta coloração indica que eles são recentes e, portanto, são mais fáceis de remover com tratamento.

Quando eles são muito grandes e a aparência é inesperada e grosseira, pode ser um sintoma de doenças endócrinas. Se você notar que eles aparecem repentina e muito intensamente, é uma boa opção consultar um médico para ver se há algo errado ou não.

Em geral, as mulheres não costumam se preocupar com elas no sentido da saúde, mas elas são um incômodo estético e este fator leva as pessoas a procurar tratamento.

As estrias também podem aparecer em pessoas que têm problemas de saúde e têm tratamento contínuo com medicamentos, por exemplo, corticosteróides. Fatores genéticos também podem fazer com que a pele se estique demais e arrebente, causando estrias.

A esfoliação é simplesmente uma forma de remover células mortas da pele e a camada superficial da pele, forçando o corpo a criar uma nova camada.

Este tratamento domiciliar para estrias muitas vezes funciona bem.

Esfoliação caseira

Esta excelente esfoliação pode ser feita diariamente com borras de café e um pouco de sabão líquido, ou se preferir, um leite hidratante. O objetivo aqui é fazer as borras de café deslizar sobre a pele com facilidade, mas sem perder seu poder de atrito.

Ingredientes:

  • 1 punhado de borras de café
  • 3 colheres de sopa de sabão líquido

Como usar:

Basta misturar os ingredientes e esfregar a mistura nas áreas afetadas por estrias por alguns minutos até que a pele fique avermelhada, depois lavar a área com água morna para ajudar a abrir os poros e facilitar a ação do umectante.

estrias

Tratamento de estrias brancas

Antes de mais nada, devemos esclarecer que as estrias brancas, sendo mais antigas e mais grossas, são praticamente impossíveis de desaparecer completamente, porém, os bons tratamentos reduzem significativamente o tamanho das estrias, tornando-as menos visíveis.

Os tratamentos especializados mais populares atualmente disponíveis são os seguintes:

Laser

O uso de lasers no tratamento de estrias visa estimular a formação de novas fibras de colágeno e elastina, causando uma redução no tamanho e melhorando o aspecto das estrias.

Casca de ácido retinóico

A aplicação de ácido retinóico deve ser feita diretamente sobre as estrias. Isto remove as células que já estão mortas e estimula o corpo a produzir mais colágeno, dando às estrias uma melhor aparência.

Galvanoterapia

Galvanoterapia ou eletro-elevação é um tratamento para estrias realizado com o uso de um dispositivo chamado Striat com corrente contínua (galvânico). Este dispositivo é equipado com uma espécie de caneta com uma pequena agulha na ponta que causa inflamação na área, estimulando o corpo a produzir colágeno e elastina.

DermaRoller ou microagulação

Neste caso, o tratamento é realizado com um cilindro equipado com pequenas agulhas que podem ser adquiridas tanto online como em lojas de beleza. Ao deslizar o instrumento sobre o corpo, as agulhas causam micro lesões na pele, estimulando as fibras de colágeno e elastina e causando a reprodução das células da pele, fazendo com que as estrias desapareçam.

Carboxiterapia

Isto consiste na aplicação subcutânea de dióxido de carbono (CO2), que melhora a circulação e a oxigenação dos tecidos.

Além da finalidade de eliminar estrias, esta terapia também é indicada para combater a celulite, a flacidez e a gordura localizada.

Estrias - causas e tratamento

Dermoabrasão

Este é um tipo de esfoliação realizada mecanicamente para remover as camadas mais superficiais da pele, deixando uma pele mais uniforme.

A dermoabrasão é considerada quase uma mini-cirurgia, portanto deve ser realizada com o cuidado necessário e sempre por um profissional especializado como um dermatologista ou mesmo um cirurgião plástico.

O conselho é começar a tratá-los assim que você os notar, e quanto mais cedo você começar o tratamento, melhores serão os resultados. E ainda é possível preveni-los, especialmente durante a gravidez, onde o ganho de peso ocorre muito rapidamente, o que favorece o aparecimento das terríveis e temidas estrias.

4.8 / 5. Votos: 47

Sem votos! Seja o primeiro.


AVISO: Este artigo é meramente informativo, não temos capacidade para receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Consulte o seu médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo